Tornando os Argumentos Mais Fortes

Tradução do texto Making Arguments Stronger, contido no livro Attacking Faulty Reasoning.

==================================
Título Original: Making Arguments Stronger
Autor: T. Edward Damer
Publicação: Wadsworth Publishing; 6ª ed.
Tradução: Marco Aurélio Moura Suriani

TORNANDO OS ARGUMENTOS MAIS FORTES

==================================

Um argumento que viole qualquer dos cinco critérios de um bom argumento apresentados a seguir é falho. No entanto, este fato não significa que o argumento não possa ser melhorado. É possível, claro, que muitos argumentos apresentados sejam fortes o suficiente para convencer algumas audiências, mas não para outras. Isso ocorre porque algumas audiências podem aceitar as premissas de um argumentador mais facilmente do que outras. Além disso, algumas audiências podem não ser tão inclinadas como as outras a questionar alguns elementos de uma posição sendo defendida. Em todo o caso, há um certo número de maneiras para alterar argumentos e torná-los mais fortes.

Clique nas imagens para explicações completas!

Critério Estrutural: Converter, se possível, um argumento indutivo em um dedutivo mais forte através da introdução de uma alegação geral a partir da qual uma conclusão necessária pode então ser retirada. Explicitar todas as partes implícitas do argumento de que desempenham um papel importante no argumento. Reformular as premissas e a conclusão do argumento em sua forma mais econômica para que as partes fundamentais possam ser facilmente reconhecidas.

Critério da Relevância: Certifique-se de que todo o material apresentado no argumento é uma parte importante do argumento. Se coisas irrelevantes forem susceptíveis de serem consideradas como parte do seu argumento, levantar outras questões, ou distrair o adversário, retire-as. Se uma das suas premissas é irrelevante para o seu argumento, mas parte do seu público pode considerá-la como suporte de seu argumento, retire-a, pois outros membros de seu público vão reconhecer o erro e expô-lo, enfraquecendo assim o argumento.

Critério da Aceitação: Sempre que possível, substituir premissas menos controversas no lugar das mais controversas em uma discussão voltada para um público específico, se as menos polêmicas já derem conta do recado. Amolecer, se possível, qualquer reivindicação absoluta de maneira a torná-la mais aceitável. Por exemplo, mudar de “todos os políticos” para “a maioria dos políticos.” Esclarecer qualquer linguagem vaga ou confusa no argumento, a fim de tornar as premissas mais aceitáveis para o público-alvo.

Critério da Suficiência: Adicionar premissas extra que possam ser necessárias para fornecer provas suficientes do tipo, número e peso adequados para um público-alvo aceitar a conclusão. Se há razão para acreditar que uma importante premissa controversa pode não ser aceitável para um público particular, apoie-a com subpremissas adicionais.

Critério da Refutação: Seja tão exaustivo na sua refutação quanto o contexto demanda. Para alguns públicos-alvo, um forte argumento terá de enfrentar, talvez, apenas uma crítica séria; para outros, um forte argumento pode precisar enfrentar muito mais críticas. Declarar, como parte de seu argumento, quais são os pontos mais fracos do argumento, não só para demonstrar a sua objetividade de busca da verdade, mas também para diminuir a força da resposta do seu oponente. Alguns argumentos, é claro, não podem ser melhorados, não porque eles já são bons o suficiente, mas porque eles defendem pontos de vista para os quais bons argumentos não podem ser encontrados. Nosso compromisso com a busca da verdade exige que nós não gastemos tempo e energia tentando fazer um argumento irremediavelmente fraco ou ruim—a menos, é claro, que sejamos advogados que são exigidos por nossa profissão a dar a melhor defesa possível em serviço dos nossos clientes.

Anúncios

Quer fazer um comentário?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s